sábado, 24 de janeiro de 2009

Enfim, uma boa notícia:
_________________________________
Circos poderão ter isenção de ISSQN
______________________________________________________________________________________
PROJETO, DE AUTORIA DO SENADOR ÁLVARO DIAS PREVÊ FIM DE PAGAMENTO DO IMPOSTO MUNICIPAL, PARA AJUDAR OS CIRCOS NA CRISE ECONÔMICA QUE ATINGE O MUNDO INTEIRO

# Com informações do Diário da Indústria, Comércio e Serviços

Assim como os bancos e as grandes empresas que estão recebendo ajuda do governo, para tentarem driblar a crise econômica mundial, os circos também poderão respirar mais aliviados. Mas só um pouco, e somente se o parecer favorável sobre o projeto de lei (PLS) nº 120/06 entrar na pauta de votação e for aprovado pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE). O projeto de autoria do senador Alvaro Dias (PSDB-PR) prevê a isenção do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN, um imposto municipal) para os espetáculos circenses. O relator da matéria é o senador Marconi Perillo (PSDB-GO). Em sua justificação, Alvaro Dias lembra que a atividade circense teve origem há mais de cinco mil anos na China e, desde então, o circo tem acompanhado a evolução da humanidade e é parte importante da cultura dos povos. No Brasil, acrescentou o senador, o circo surgiu no fim do século XIX. Ele observou que as tendas instalavam-se na periferia das cidades para atender às classes populares e que os espetáculos tinham no palhaço o seu principal personagem. - O circo, entretanto, desde a entrada em vigor da Lei Complementar nº 116, de 31 de julho de 2003, que dispõe sobre a ISS, está seriamente ameaçado. Isso porque, não bastasse a já pesada carga tributária nacional, a citada norma fez incluir no rol de atividades passíveis de tributação pelo ISS os espetáculos circenses. Tornou, assim, mais grave a situação dos circos, que vem lutando para continuar suas atividades e propiciar entretenimento e cultura acessíveis à população brasileira - lamentou o senador.

---

RELATOR DEFINE CIRCO COMO O

"PRIMO POBRE" DAS ARTES _________________________________________________

MARCONI PERILLO RECONHECEU AS DIFICULDADES ENFRENTADAR PELOS CIRCOS E MOSTROU A DIFERENÇA NA CAPTAÇÃO DE RECURSOS ENTRE O CIRCO E O TEATRO. A DIFERENÇA É REALMENTE ABSURDA

Em 2006, foram captados R$134 milhões em recursos

pela Lei Rouanet.

***

Destes, R$96 milhões foram para o teatro.

***

E somente R$3 milhões ficaram com os circos.

***

E o Blog Circo News pergunta:

Cadê esse dinheiro???

***

Marconi Perillo, em seu parecer, alertou para a precariedade de recursos destinados aos circos, especialmente os de menor porte, que ainda se instalam sob lonas. Ele disse que se estima a existência de mais de dois mil circos no Brasil, sendo que apenas 80 deles poderiam ser classificados como médios ou grandes. O público anual, prosseguiu o senador, gira em torno de 25 milhões de espectadores, particularmente das periferias, pois o circo continua sendo a grande diversão da população de baixa renda. _ Do ponto de vista do apoio do poder público federal, o circo está abrigado no conjunto dos projetos possíveis de receber recursos do Programa Nacional de Apoio à Cultura (Pronac), o qual mantém o Fundo Nacional da Cultura (FNC), que financia um grande leque de atividades culturais (Lei Rouanet). Entretanto, uma simples consulta ao volume de recursos captados para o circo demonstra o quanto este é o primo pobre entre os outros setores das artes cênicas. Em 2006, por exemplo, de R$ 134 milhões de recursos captados, pouco mais de R$ 3 milhões foram para o circo, contra R$ 96 milhões para o teatro - assinalou.

8 comentários:

Anônimo disse...

Cade o dinheiro? está com dois ou tres donos de circo que, mais espertos, fazem a famosa panelinha de sao paulo. reparem que sao circos que vivem vazios, sem publico, mas que sempre tem dinheiro pra pagar terrenos caros e midia em tv. prestem atenção na panela!!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

e verdade. vamos ficar de olhos abertos.. tem muita maracutaia comotem ????

Anônimo disse...

pergunta pro zé wilson onde ta esse dinheiro.aquele que tem escola de circo aquele ladrao safado

Anônimo disse...

tem um tal de tiquito q tbm andou ganhando uma grana esse ano,e ainda nao pagou todo o pessoal q ele dispençou.é mole?paga tiquito
senao tu vai ficar mal falado.mais do que ja esta kkkkkkkkk.

Anônimo disse...

ass cabça pelada.

Anônimo disse...

rsrsrsrsrsrsrsrs.. e brincadera mes e a verdade cade o dinhero. rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsr??????

Anônimo disse...

[b][red]2º Festival Paulista de circo
sede- Limeira- SP.
[blue]
Data do Evento: 25/03/2009 até 29/03/2009
Horário de funcionamento: Das 10h às 22h
Preços: Grátis
Serviços: Via Antonio Cruanes filho, s/nº (em frente a hípica)
Município(s): Limeira

[red]
Festival Paulista de Circo reunirá 95 atrações .
O Festival Paulista de Circo, que será realizado pela Secretaria de Estado da Cultura, em parceria com a Prefeitura e Secretaria da Cultura de Limeira, a Cooperativa Paulista de Circo e co-produção da APAA (Associação Paulista dos Amigos da Arte).

O objetivo dos organizadores é levar ao público a diversidade de linguagens do circo atual e resgatar sua tradição, além de estimular o intercâmbio entre os diferentes grupos circenses da capital e de outras cidades do estado. A prática possibilita a troca de experiências e formação profissional de artistas mais jovens. A entrada é totalmente gratuita, embora haja limitação de público nas quatro lonas.
[orange]O grupo de artistas amadores do Ceprosom e a banda Henrique Marques de Limeira, estão confirmados para o festival, ambos fizeram as inscrições em janeiro passado.
Em sua primeira edição em setembro de 2008, foram mais de 70 atrações, que envolveram aproximadamente 320 artistas. Naqueles 5 dias de setembro, o público atingiu mais de 18 mil pessoas de todas as idades, vindas de Limeira e vários municípios da região.

Neste ano, o festival prevê 95 atrações, que envolvem mais de 380 artistas. A programação traz desde grandes espetáculos, passando por números de rua, brincadeiras, até oficinas de experimentação para o público com os aparelhos circenses – como cama elástica, tecido e malabares. Há apresentações que já passaram pelas tendas do Cirque du Soleil e casas de shows de Las Vegas (Estados Unidos).
[violet]
Maiores informações:
Secretaria da cultura de Limeira : (19) 3451-0502

Secretaria de Estado da cultura: (11) 2627-8000 - www.cultura.sp.gov.br

Marcelo Nicolau disse...

Apareça rapaz já demorou pra deixar nosso diário circo news em dia....

era 100% agora é 10 abaixo de 0 poxa...

gostava de ler e participar de tudo aki